17 fevereiro 2011

regret.


Eu sinto muito. Sinto muito por ter me sentido assim, tão triste, tão sozinha, solitária. Por ter deixado escorrer pela minha face seca e sofrida, gotas que demonstram o que eu sinto na maioria das vezes, mas que oculto em um sorriso sarcástico. Sinto muito por ter me deixado levar por momentâneas demonstrações de carinho e afeto, que cresceram, mas, que certa hora, foram cortadas pelo troco, sem chance alguma de voltar a crescer novamente. Sinto por ter deixado que o pensamento alheio viesse a me fazer modificar algo no meu dia a dia, por ter deixado que os outros interviessem em meus relacionamentos, em minha vida, em meu ser. Agora só tenho a lamentar, lamentar.

3 comentários:

Nanda disse...

Gostei..!!!
muito legal o seu Blog
visita o meu tbm

http://nanda-machado.blogspot.com/

Bjs

Mel Almeida disse...

Por que "sentir muito" pelo sentir? É inevitável, incontrolável...
Mas não lamente!
Conserte o que supostamente ficou errado e se não der, siga. Não se prenda aos erros do passado.
Devemos aprender com eles, mas seguir em frente. Sempre!

;***

Emoções disse...

Saiba que os poetas como os cegos
Podem ver na escuridão.