04 março 2012

Dom


Sempre quis pintar. Ou desenhar. Ou cantar. Qualquer um desses dons pra mim, me valeriam a vida. Não os tenho. E descobri dia desses que os tenho sim, juntos, camuflados, somando e anulando a si. Quem disse que quando escrevo não desenho nas minhas linhas tortas o rosto daquilo me falta? E o que são minhas cartas além de quadros mal pintados de um passado que não volta e um futuro que não vem? E meu canto. Ah, meu canto é um dos mais raros cantos, só ouve quem canta também. Só ouve quem compartilha da minha dor. Eu pedi três dons, me deram um em que cabe os três.

(Texto mais perfeito que lê, tão eu)

Um comentário:

meniina-linda disse...

nossa, gosteeei !! *-* Quem fez? foi você? Ameei seu blog, adoro textos, reflexões e tudo do tipo, as vezes tento dar uma de "escritora" e as vezes da certo rsrssr

~ http://meniina-linda.blogspot.com.br